terça-feira, 30 de dezembro de 2008

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

E por falar em Cinemateca...


Aproveitando para celebrar Paul Newman, a Cinemateca Portuguesa oferece-nos duas oportunidades raras de ver, em projecção e com poucos dias de diferença, os magníficos The Hustler / A Vida é um Jogo (1961), de Robert Rossen e The Color of Money / A Cor do Dinheiro (1986), de Martin Scorsese. O primeiro passa dia 8 de Janeiro (5ª feira), às 19h. O segundo, dia 12 (2ª feira) às 15h30.

Clint Eastwood na Cinemateca - Parte II (Janeiro)


Continua a restrospectiva integral de Clint Eastwood na Cinemateca. Deixo-vos aqui os filmes, as datas e as horas para Janeiro. Podia destacar os westerns-spaghetti do Sergio Leone (a célebre Trilogia dos Dólares, que compreendem os filmes Por um Punhado de Dólares, Por Mais Alguns Dólares e O Bom, o Mau e o Vilão), os já clássicos Unforgiven/Imperdoável e Pale Rider/Justiceiro Solitário, ou os fabulosos Bird - Fim do Sonho e A Perfect World/Um Mundo Perfeito, mas o melhor é não destacar nada, porque é praticamente tudo FUNDAMENTAL!!!!


THE OUTLAW JOSEY WALES / O Rebelde do Kansas
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1976 – 134 min
Seg. [5] 19h30

BREEZY / Ontem ao Fim do Dia
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1973 – 107 min
Seg. [5] 21h30 e Qui. [8] 19h30

LAFAYETTE ESCADRILLE / WITH YOU IN MY ARMS / Contigo nos Meus Braços
de William A. Wellman
Estados Unidos, 1958 – 93 min
Ter. [6] 19h00

BRONCO BILLY / Bronco Billy, o Aventureiro
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1980 – 116 min
Ter. [6] 21h30 e Qui. [8] 22h00

FIREFOX / Firefox
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1982 – 136 min
Qua. [7] 19h00 e Sex. [9] 22h00

THE GAUNTLET / Barreira de Fogo
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1977 – 122 min
Qua. [7] 22h00

HONKYTONK MAN / A Última Canção
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1982 – 123 min
Qui. [8] 21h30 e Qua. [14] 22h00

SUDDEN IMPACT / Impacto Súbito
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1983 – 117 min
Sex. [9] 19h00 e Qui. [15] 19h30

PALE RIDER / Justiceiro Solitário
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1985 – 116 min
Seg. [12] 21h30 e Sex. [16] 22h00

PER UN PUGNO DI DOLARI / Por um Punhado de Dólares
de Sergio Leone
Itália, 1964 – 99 min
Ter. [13] 19h00

HEARTBREAK RIDGE / O Sargento de Ferro
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1986 – 130 min
Qua. [14] 19h00 e Seg. [19] 19h30

BIRD / Bird, Fim do Sonho
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1988 - 160 min
Qui. [15] 21h30 e Ter. [20] 22h00

WHITE HUNTER, BLACK HEART / Caçador Branco, Coração Negro
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1990 - 110 min
Sex. [16] 19h00 e Qua. [21] 19h30

PER QUALCHE DOLLARO IN PIÙ / Por Mais Alguns Dólares
de Sergio Leone
Itália, 1965 – 99 min
Ter. [20] 19h00

THE ROOKIE / Rookie, Um Profissional em Perigo
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1990 - 121 min
Qui. [22] 19h00 e Sex. [23] 22h00

IL BUONO, IL BRUTTO, IL CATTIVO / O Bom, o Mau e o Vilão
de Sergio Leone
Itália, 1966 - 148 min
Sex. [23] 19h00

UNFORGIVEN / Imperdoável
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1992 - 125 min
Seg. [26] 21h30 e Qua. [28] 19h30

TWO MULES FOR SISTER SARA / Os Abutres Têm Fome
de Don Siegel
Estados Unidos, 1970 – 116 min
Ter. [27] 19h00

A PERFECT WORLD / Um Mundo Perfeito
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1993 – 137 min
Qua. [28] 21h30 e Sex. [30] 19h30

MAGNUM FORCE / Harry, o Detective em Acção
de Ted Post
Estados Unidos, 1973 - 124 min
Qui. [29] 19h00

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Ovarvideo 2008

Hoje é a abertura oficial da 13ª edição do Ovarvideo, Festival de Vídeo de Ovar.
"Who Killed the Electric Car?", the Chris Paine, é o documentário que abre o certame deste ano. Igualmente a não perder, além das quase três dezenas de curtas-metragens portuguesas em competição, estão os dois filmes-da-teoria-da-conspiração-propagados-via-net "Zeitgeist" e "Zeitgeist: Addendum", com projecções marcadas para sábado às 14h30 e dominho às 15h30, respectivamente.
Tive o prazer de fazer parte do júri de selecção das obras que estão em competição (a competição é apenas nacional), em conjunto com Ricardo Clara e Pedro Lino. A entrevista que nos fizeram pode ser vista aqui. Divertimo-nos bastante, como se pode perceber! :-)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Clint Eastwood integral na Cinemateca - Parte I (Dezembro)




Clint Eastwood é o derradeiro dos autores clássicos, herdeiro de Ford, Hawks, Walsh, Capra, Ray e de muitos outros. É, também, o último dos duros com cara de mau e coração de manteiga. É a ele, realizador, e a ele, actor, que a Cinemateca dedica grande parte da sua programação a partir de Dezembro. Começa amanhã, com a antestreia do recente "Changeling - A Troca" e termina em Março de 2009. A retrospectiva será integral, portanto vamos lá a esfregar as mãos e a dar pulos de contentamento. Nos próximos meses todos os caminhos vão dar ao Nº 39 da Rua Barata Salgueiro em Lisboa!

Aqui ficam as projecções deste mês de Dezembro:

CHANGELING / A Troca
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 2008 - 140 min
Qui. [11] 21h30
com o apoio da Lusomundo

PLAY MISTY FOR ME / Destino nas Trevas
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1971 - 102 min
Seg. [15] 19h00 Ter. [16] 22h00

THE BEGUILED: THE STORYTELLER
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1971 – 12 min
THE BEGUILED / Ritual de Guerra
de Don Siegel
Ter. [16] 19h00 Qua. [17] 19h30

HIGH PLAINS DRIFTER / O Pistoleiro do Diabo
Estados Unidos, 1972 – 87 min
de Clint Eastwood
Sex. [19] 19h00 Seg. [29] 19h30

DIRTY HARRY / A Fúria da Razão
de Don Siegel
Estados Unidos, 1971 - 102 min
Seg. [15] 22h00 Seg. [23] 19h00

THE EIGER SANCTION / A Escalada
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1975 – 125 min
Sex. [19] 21h30 Ter. [30] 19h30

PAINT YOUR WAGON / Os Maridos de Elizabeth
de Joshua Logan
Estados Unidos, 1969 – 164 min
Seg. [29] 19h00

THE OUTLAW JOSEY WALES / O Rebelde do Kansas
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1976 – 134 min
Segunda exibição em Janeiro de 2009
Seg. [29] 21h30

THE GAUNTLET / Barreira de Fogo
de Clint Eastwood
Estados Unidos, 1977 – 122 min
Segunda exibição em Janeiro de 2009
Ter. [30] 21h30

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

"The Hustler / A Vida é um Jogo" - Sequência Final

Fabulosa sequência final do filme "The Hustler - A Vida é um Jogo" (1961), de Robert Rossen.

Paul Newman, simplesmente genial!!

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Blood Car - Sangue no Depósito

Este meu post é rapinado de um outro que o meu amigo pm colocou no seu A Perseverança do Propósito, já em Maio passado. Mas, como só há pouco tempo é que dei uma vista de olhos nisto, só agora escrevo sobre ele. O que ele disse transcrevo aqui, porque está tudo dito... Bem, tudo não, porque há sempre mais qualquer coisa a acrescentar. Mas, melhor mesmo, é verem... quem gosta de gore, claro!
Escreve ele:
Para ajudar a descontrair e simultaneamente ajudar a salvar o mundo (outra vez), nada como um esguicho de imaginação provindo da série z. blood car conta a história de um professor vegetariano que, num mundo futuro onde a gasolina se tornou ridiculamente cara (ahahah, que inventarão eles a seguir?), se põe a inventar um motor de automóvel à base de trigo, mas que acidentalmente funciona mesmo é com sangue... humano! a nós parece-nos uma solução quase tão perfeita como a tagline do filme: save gas, drive bloodcar. e duma só cajadada também se resolvia o problemazito da explosão demográfica. esta é, de facto, uma película visionária. a ver, portanto. se conseguirmos. PM

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Paul Newman - Maior do que a Vida


Na sexta-feira passada, dia 26 de Setembro, morreu Paul Newman... Um homem íntegro e altruísta, que adorava corridas de automóvel e foi um dos melhores actores da História do Cinema. Contava 83 anos e uma vida dedicada aos outros, aos carros e aos filmes. Os que com ele trabalharam adoravam-no. Os que com ele partilhavam a esfera da vida privada, gostavam dele ainda mais. Para sempre fica o legado eterno de personagens marcantes que encarnou, tendo sido nomeado 10 vezes para o Oscar e ganho apenas uma delas, na cerimónia de 1987, como "Fast" Eddie Felson em THE COLOR OF MONEY / A COR DO DINHEIRO (1986), a sequela de THE HUSTLER / A VIDA É UM JOGO (1961), que também protagonizava. No ano anterior tinha ganho o Oscar Honorário pelo conjunto das suas composições dramáticas no cinema, como CAT ON A HOT TIN ROOF / GATA EM TELHADO DE ZINCO QUENTE (1958), HUD / O MAIS SELVAGEM ENTRE MIL (1963), COOL HAND LUKE / O PRESIDIÁRIO (1967), BUTCH CASSIDY AND THE SUNDANCE KID / DOIS HOMENS E UM DESTINO (1969), entre muitas outras.
Filantrópico como poucos na sua condição de estrela, criou a Fundação Newman's Own, cujo objectivo era doar os lucros, num valor que ultrapassa já os 250 milhões de dólares, a instituições de caridade espalhadas pelo mundo inteiro.
Um Actor maior do que os filmes, um Homem maior do que a vida!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Protesto Mecânico - Agosto de "Férias"

Não costumo tirar férias em Agosto. É o mês em que se suporta melhor andar em Lisboa. Há menos trânsito, os transportes públicos têm menos gente e é um desperdício perder a paz da cidade de Lisboa neste período, trocando-a pela contínua hora de ponta de um Algarve caro e em que é necessário esperar em filas intermináveis, quer para beber café, quer para comprar alguma coisa no supermercado, quer para arranjar mesa num restaurante. Costumava ser assim, pelo menos. Este ano, com o contínuo apertar do cinto exigido por gente que o alarga (se me pagarem 50 mil euros por mês também digo todos os dias aos jornais e à televisão que é imperativo "apertar o cinto"... É tão fácil falar de barriga cheia!), Lisboa não está tão vazia como é costume... Nota-se que há menos gente nas ruas, mas isso já se nota desde que acabaram as aulas e para quem vive na Margem Sul, como eu, e atravessa a ponte de autocarro todos os dias, as coisas não estão tão fáceis como em outros anos. Além do mais, irrita-me um bocado os chamados "Horários de Verão", que as empresas de transportes inventam anualmente e com os quais cancelam alguns autocarros habituais e mudam o horários de outros. Esquecem-se que continuam a haver pessoas que vão trabalhar... E que, se não houver um grande decréscimo de utilizadores dos transportes nesse período (como não tem havido), eles são manifestamente poucos e pequenos para tanta gente. Fica aqui o meu protesto. Ninguém (ou quase) o vai ler, mas já fico mais leve!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Pesares nada mecânicos - Stanley Kubrick


O mais eclético e perfeccionista realizador da História do Cinema, responsável por "Laranja Mecânica", "2001 - Odisseia no Espaço" e mais cerca de uma dezena de filmes memoráveis, teria feito no passado sábado, dia 26 de Julho, 80 anos. Morreu a 7 de Março de 1999. Os seus filmes, pelo contrário, continuam bem vivos, tal como a nossa memória em relação a ele(s).
Rest in Peace!

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Contratações Mecânicas - HULK no F.C.Porto



Hoje dei com uma notícia que me fez ficar boquiaberto: o Hulk vai para o F.C.Porto... Assumo aqui o meu sportinguismo e já sei que a alguns de vós, a partir de agora, apetecerá cuspir-me no blog, mas... vá lá!... Não façam isso, que sujam o vosso monitor! Não sei se é do conhecimento de todos, mas o Hulk é VERDE! Isto, se excluirmos uns pequenos períodos da sua história na BD em que foi roxo... Mas a verdade (que também vem da mesma cor) é que ele é VERDE! Que raio vai fazer para o Porto um super-herói verde?! Mas já que é assim, Exmo. Sr. Presidente da SAD do Sporting, os sportinguistas exigem: WOLVERINE e HOMEM-ARANHA no plantel do Sporting JÁ!!!!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

1º Open Internacional da Nazaré

No fim-de-semana de 5 e 6 de Julho, o Nuno Santos acabou por vencer (sem grande surpresa, diga-se!), o 1º Open Internacional da Nazaré. A única derrota que ele teve foi com o Paulo Martins (6-7), mas acabou por chegar do quadro final ganhando o seu quadro do lado dos perdedores. Nesse percurso, tive oportunidade de gravar dois ou três vídeos pequenos. Coloco este aqui, para mostrar que, mesmo após uma colocação da branca que não correu muito bem, os grandes jogadores conseguem muitas vezes resolver uma situação difícil dando-lhe, até, a aparência de ser fácil. Como neste caso.
Eu fiquei-me pelo grupo dos nonos classificados, perdendo por 9-7 com o meu caro amigo Júlio Miguel, que joga no Soccer Planet de Braga, o primeiro jogo do quadro final. Foi um jogo emotivo e equilibrado até ao 7-7, mas o Júlio cometeu menos falhas e ganhou com mérito. Cumpri, no entanto, o meu primeiro objectivo para este Open: entrar no quadro dos melhores 16.
Parabéns ao Nuno Santos, que foi um justo vencedor do torneio!

video

terça-feira, 8 de julho de 2008

3 de Julho: Um dia feliz para o Cinema Mundial


Dia 3 de Julho de 2008 entrará para a galeria dos dias felizes na História do Cinema. O dia em que foram vistas pela primeira vez algumas das cenas perdidas há muitos anos (crê-se que foram encontradas todas) da obra-prima de Fritz Lang "Metropolis" (1927). Milhões de pessoas no mundo inteiro viram o filme, mas praticamente ninguém viu a obra original da forma como ela foi feita por Lang. A montagem original feita pelo realizador alemão teria cerca de três horas e meia e a versão mais difundida (e aquela que mais gente viu) é a musicada por Giorgio Moroder em 1984 e que tem menos de hora e meia, o que são, portanto, cerca de duas horas de diferença.
A montagem original foi, ao que parece, descoberta numa cópia em 16 mm (o que é pena, mas é melhor do que nada) no arquivo da Cinemateca de Buenos Aires, na Argentina, e terá feito parte, até há pouco tempo, de uma colecção particular. Certo é que as imagens do lendário filme de Lang que quase ninguém viu estarão, mais ano menos ano, disponíves para o público que estiver interessado em vê-las... Certamente será um filme bastante diferente das (diversas) versões já existentes!
Para quem quiser, aqui estão três sítios onde podem ler mais, em inglês:
http://news.bbc.co.uk/1/hi/entertainment/7489278.stm
http://news.yahoo.com/s/ap/20080704/ap_on_re_la_am_ca/argentina_metropolis_footage
http://film.guardian.co.uk/news/story/0,,2288990,00.html
E, para quem percebe, um em alemão:
http://www.zeit.de/online/2008/27/metropolis-vorab

A notícia foi um tema bastante difundido na XXXVII Mostra internazionale del Cinema Libero IL CINEMA RITROVATO, em Bolonha, cuja responsabilidade é da Cineteca di Bologna (http://www.cinetecadibologna.it/en/ritrovato.htm)

quarta-feira, 14 de maio de 2008

A Voz mantém-se viva, o corpo d'A Voz morreu há dez anos

Frank Sinatra, faleceu a 14 de Maio de 1998...
Parece um blog para epitáfios, este, mas não é!

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Fotos mecânicas - Open Internacional do Snooker Super Club na Venteira/Amadora


Ena, ena! Mais uma foto minha! Estou a ficar com uma relação menos terrível com as fotografias...

terça-feira, 25 de março de 2008

Um pesar nada mecânico - Zeca morreu há 21 anos, um mês e dois dias

José Afonso morreu, fez no passado dia 23 de Fevereiro, 21 anos... Parece que foi ontem... Só hoje é que consegui colocar aqui um post à sua memória. Que descanse em paz, pois para nós estará sempre vivo!! E porque as datas não devem ser lembradas apenas no dia em que acontecem



A MORTE SAÍU À RUA

A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim
Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue de um peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal
E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu

Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale
À lei assassina, à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim
Na curva da estrada hà covas feitas no chão
E em todas florirão rosas de uma nação
José Afonso

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Mecanismos Externos - Aurora Boreal

Mais um...


Aurora boreal

Tenho quarenta janelas
nas paredes do meu quarto.
Sem vidros nem bambinelas
posso ver através delas
o mundo em que me reparto.
Por uma entra a luz do Sol,
por outra a luz do luar,
por outra a luz das estrelas
que andam no céu a rolar.
Por esta entra a Via Láctea
como um vapor de algodão,
por aquela a luz dos homens,
pela outra a escuridão.
Pela maior entra o espanto,
pela menor a certeza,
pela da frente a beleza
que inunda de canto a canto.
Pela quadrada entra a esperança
de quatro lados iguais,
quatro arestas, quatro vértices,
quatro pontos cardeais.
Pela redonda entra o sonho,
que as vigias são redondas,
e o sonho afaga e embala
à semelhança das ondas.
Por além entra a tristeza,
por aquela entra a saudade,
e o desejo, e a humildade,
e o silêncio, e a surpresa,
e o amor dos homens, e o tédio,
e o medo, e a melancolia,
e essa fome sem remédio
a que se chama poesia,
e a inocência, e a bondade,
e a dor própria, e a dor alheia,
e a paixão que se incendeia,
e a viuvez, e a piedade,
e o grande pássaro branco,
e o grande pássaro negro
que se olham obliquamente,
arrepiados de medo,
todos os risos e choros,
todas as fomes e sedes,
tudo alonga a sua sombra
nas minhas quatro paredes.

Oh janelas do meu quarto,
quem vos pudesse rasgar!
Com tanta janela aberta
falta-me a luz e o ar.

António Gedeão

Mecanismos Externos - Amostra sem valor

Mais um do António Gedeão, que partilhou comigo pedaços da minha vida. Este ilustra mais ou menos a forma como me tenho sentido ultimamente...


Amostra sem valor

Eu sei que o meu desespero não interessa a ninguém.
Cada um tem o seu, pessoal e intransmissível:
com ele se entretém
e se julga intangível.

Eu sei que a Humanidade é mais gente do que eu,
sei que o Mundo é maior do que o bairro onde habito,
que o respirar de um só, mesmo que seja o meu,
não pesa num total que tende para infinito.

Eu sei que as dimensões impiedosas da Vida
ignoram todo o homem, dissolvem-no, e, contudo,
nesta insignificância, gratuita e desvalida,
Universo sou eu, com nebulosas e tudo.

António Gedeão

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Mecanismos Externos - Poema da morte na estrada

Nada melhor para assinalar a minha primeira postagem neste blog, em 2008, do que com um poema muitíssimo alegre do António Gedeão


Poema da Morte na Estrada

Na berma da estrada, nuns quinhentos metros,
estão quinhentos mortos com os olhos abertos.

A morte, num sopro, colheu-os aos molhos.
Nem tiveram tempo para fechar os olhos.

Eles bem sabiam dos bancos da escola
como os homens dignos sucumbem na guerra.
Lá saber, sabiam.
A mão firme empunhando a espada ou a pistola,
morrendo sem ceder nem um palmo de terra.

Pois é.
Mas veio de lá a bomba, fulgurante como mil sóis,
não lhes deu tempo para serem heróis.

Eles bem sabiam que o último pensamento
devia estar reservado para a pátria amada.
Lá saber, sabiam.
Mas veio de lá a bomba e destruiu tudo num só momento.
Não lhes deu tempo para pensar em nada.

Agora, na berma da estrada, nuns quinhentos metros,
são quinhentos mortos com os olhos abertos.

António Gedeão